Verrugas são lesões causadas por um vírus, denominado papiloma vírus humano (HPV). É uma infecção na camada mais superficial da pele ou em mucosas, que ativa o crescimento anormal das células da epiderme. O aspecto da verruga varia de acordo com o local acometido.

O contágio pode ocorrer por contato direto com pessoas e/ou objetos infectados, por autoinoculação através de pequenos ferimentos que servem de porta de entrada para o vírus, nas relações sexuais e por via materno-fetal no momento do parto. Pacientes imunodeprimidos são os mais vulneráveis ao aparecimento de verrugas causadas pelo HPV.

As verrugas costumam ser assintomáticas. Entretanto, as verrugas plantares costumam doer e sangrar. E as verrugas anogenitais costumam coçar.

As verrugas são da cor da pele e ásperas, mas podem ser escuras, planas e macias. Existem vários diferentes tipos de verrugas: verrugas vulgares, planas, plantares, filiformes e anogenitais.

Veja os procedimentos mais comuns para tratamento: Ácido salicílico, cauterização química, Crioterapia, eletrocirurgia.

Prevenção

As verrugas anogenitais são as mais perigosas, e há vários tipos de sorotipos de HPV que podem causá-las. A transmissão deste tipo ocorre através da relação sexual, por isso é imprescindível usar preservativos A autoinoculação também é uma forma perigosa de transmissão, uma vez que o próprio paciente pode espalhar o vírus para outras partes do corpo. É importante não coçar nem ferir as lesões, para que o vírus não penetre em escoriações de outras partes do corpo.

Referência: http://www.sbd.org.br/informacoes/doencas/